Buscar

Bruno Mafra

Compartilhe:
Quem é Bruno Mafra? Professor, bacharel em teologia, pós-graduado em filosofia e mestre em teologia histórica.
Natal – A manjedoura de Belém no centro do mundo.
Natal, pobres, Jesus

 Todos os anos no mês dezembro cantamos a letra “Noite feliz” do compositor australiano Joseph Mohr escrita em 1818. A letra diz: “Pobrezinho nasceu em Belém.” Apesar da frase da famosa música Jesus não era pobre que precisasse nascer em um estábulo. Se fôssemos hoje caracterizar a classe social a qual pertencia a família de Jesus seria a da classe média. O José carpinteiro seu pai era também um artesão que possuía oficia e que trabalha não somente com madeira, mas também com pedras e outros materiais fabricando utensílios que seriam vendidos em Séfores capital da Galileia.

Quem empurrou Jesus para nascer em Belém fora os romanos com a obrigatoriedade do recenseamento. Na Palestina, esses censos tinham um custo adicional. As pessoas, não importassem onde residissem, tinham que se registrar nas cidades de suas famílias. José e sua noiva eram de Nazaré, uma cidade com uns 400 habitantes. Os ancestrais de José, no entanto, eram de Belém, uma cidade um pouco maior, localizada 130 quilômetros ao sul e com uns 1.000 habitantes. Os dois foram para lá. Ao tempo de Jesus, o único tipo de hotel existente era uma espécie de parada para caravanas, em que se podia pernoitar, depois de se alimentar os animais. Em alguns havia também um mercado para algumas compras, frequentado por prostitutas ou pessoas sem destino. Em Belém talvez nem isto houvesse. Muito provavelmente, o casal ficou alojado na casa de algum parente distante. Os convidados ficavam no quarto de hóspedes, localizado na frente da casa. Possivelmente, quando José e Maria chegaram, esse quarto já estava ocupado. O melhor que os anfitriões puderam fazer foi aloja-los nos fundos. Era comum na cidade que as casas tivessem cavernas nos fundos das casas, que servia de estábulo, onde ficava a junta de bois, usados para o transporte de cargas.

A conjuntura social na época do nascimento de Jesus não é nada boa; de um lado Herodes aliado dos invasores estrangeiros e que por medo de perder o seu trono vai ordenar a morte de todos os recém-nascidos, e do outro o Império Romano que com suas legiões impõe o medo pela força e crucificação dos insurgentes.

A força bruta exercida pelos romanos contava com o apoio das lideranças locais. Os Saduceus (sacerdotes do templo) eram aliados de primeira hora. Eram ricos fazendeiros que para não perderem suas terras fizeram acordo com os romanos. Não foi por acaso que João Batista batizando no Jordão ao vê-los se aproximarem disse: “Raça de cobras!” Denunciando o casamento desgraçado entre o poder do estado romano e a religião judaica.

O menino Jesus que foi e empurrado para um estabulo e cresceu em meio a violência dos seus compatriotas vendidos aos romanos e dos próprios romanos. Em Belém quando o texto diz: “Não há lugar para eles na hospedaria” tem profundo significado teológico. O mundo desacolhedor vem na contramão de Jesus, basta lembramos de que a lógica social era: Olho por olho dente por dente, Jesus vai dizer: Amais vossos inimigos.” Não haver “lugar” significa que o mundo não estava pronto para ele, mas ele veio aceitando o desafio de evangelizar homens tão embrutecidos por noções de honra, riqueza, poder e quase nenhuma subjetividade sobre o próprio eu.

A manjedoura de Belém é a perfeita tradução do excluído. Vê-la reproduzida em shoppings e em casas de famílias ricas que adoram as “lapinhas” só reforçam o quanto o cristianismo fracassou ao longo da história. O símbolo da exclusão virou penduricalho. A manjedoura foi banalizada e deu lugar ao “feliz natal” sem sentido. É como se a vida de Jesus nunca tivesse passado do berço. A criança sem opinião na manjedoura é que me faz bem, pois não me contradiz. Não diz quem sou.

Jesus cresceu. Virou insurgente e recebeu como paga a crucificação. Ir com Jesus até Jerusalém e enfrentar seu destino final é muito mais importante do que ficar diante da manjedoura inerte admirando a eterna criança.

Bruno Mafra 

MSC. Teologia. 

Postada em 22/12/2017 08:33
Comentários

Utilize o formulário abaixo para comentar.

Ainda restam caracteres a serem digitados.
CAPTCHA

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

O site Correio Notícia - Portal de Notícias do Sertão de Alagoas não se responsabiliza pelos conteúdos publicados nos blogs dos seus colaboradores.
Veja mais de Bruno Mafra
Postagens Anteriores12345Próximas Postagens

1

Em Santana do Ipanema

MP realiza audiência pública para a criação de Conselhos Municipais de Segurança

2

Meio ambiente

Semarh incentiva gestão participativa para uso das água do Canal do Sertão

3

Passa bem

Mulher que impediu sequestro do filho em São José da Tapera tem bala alojada no corpo

4

Em flagrante

Homem é preso pela Polícia Militar depois de ser encontrado com drogas em Água Branca

5

Através de parceria

1.400 famílias são beneficiadas com doação simultânea de alimentos

6

No clima bom

Perseguição policial resulta na prisão de homem e apreensão de revólver em Olivença

1

Wellington Santos

Quem será o novo secretário de Meio Ambiente de Delmiro Gouveia?

2

Jota Silva

Esposa de Luciano Aguiar é nomeada secretária-adjunta do Turismo, Cultura e Esporte

3

Lista completa

Conheça os secretários da gestão do prefeito interino de Mata Grande, Franklin Lou

4

No escuro

Eletrobras corta fornecimento de energia da sede da Prefeitura de Delmiro Gouveia

5

Avaliação

Gestão de Padre Eraldo em Delmiro Gouveia tem 91% de desaprovação, revela pesquisa

6

Quase R$ 5 mil

Filho adotivo do prefeito de Delmiro Gouveia sai da cadeia depois de pagar fiança

1

Violência

Homem é assassinado com vários disparos de arma de fogo em Major Izidoro

2

No escuro

Eletrobras corta fornecimento de energia da sede da Prefeitura de Delmiro Gouveia

3

Ao se apresentar

Polícia Civil prende acusado de matar “Luquinhas” e esfaquear mulher em Delmiro Gouveia

4

Polícia confirma

Homem morto em Major havia assassinado cuidador de cavalos em Olho D’água do Casado

5

Lista completa

Conheça os secretários da gestão do prefeito interino de Mata Grande, Franklin Lou

6

Acidente

Homem é socorrido depois de ficar ferido em batida entre carro e moto em Delmiro Gouveia