Buscar

Notícias

Compartilhe:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Mulher é condenada a 12 anos de prisão por alugar filho a pedófilos na internet
Ela oferecia menino, que tinha 9 anos quando começou julgamento, para fins sexuais na dark web; um espanhol que abusou do menino foi condenado; outros cinco homens também respondem por abusos
Por G1
Casal chocou a Alemanha ao vender criança para pedófilos - Foto: Thomas Kienzle / AFP

Uma mulher foi condenada a 12 anos e seis meses de prisão, no sul da Alemanha, por "alugar" o filho para fins sexuais a pedófilos na dark web (internet obscura, em tradução livre).

O tribunal de Freiburg também condenou o padrasto da criança a uma pena de 12 anos de reclusão. Berrin Taha, de 48 anos, e Christian Lais, de 39 anos, são alemães e vivem em Staufen, perto de Freiburg.

O menino, que agora vive com uma família adotiva, tinha nove anos quando o julgamento começou, no mês de junho. O tribunal também condenou um espanhol a 10 anos de prisão por abusar repetidas vezes do menino. Outros cinco homens foram indiciados no mesmo caso.

O casal foi considerado culpado de estupro, agressão sexual de menor, prostituição forçada e distribuição de pornografia infantil.

Falhas das autoridades

Durante o julgamento, foi revelado que o próprio casal também abusou sexualmente do garoto por pelo menos dois anos. Vídeos exibidos no julgamento mostraram cenas do menor sendo vítima de abuso sexual, amarrado, sofrendo humilhação verbal e xingamentos.

Segundo a mídia alemã, assistentes sociais do Estado de Baden-Wuerttemberg foram duramente criticados por não terem impedido o abuso do casal. O garoto chegou a ser retirado temporariamente da residência do casal por assistentes sociais, mas devolvido a eles pouco depois.

O site de notícias Spiegel aponta para várias falhas como falta de comunicação entre os responsáveis por acompanhar o caso do garoto. A dark web, a plataforma em que o garoto era "oferecido", é uma área da internet fora do alcance dos motores de busca convencionais. Por isso, é usada muitas vezes para atividades ilícitas, como pedofilia, para compartilhar, vender ou acessar imagens de crianças sofrendo abuso sexual.

Postada em 07/08/2018 08:48
Comentários

Utilize o formulário abaixo para comentar.

Ainda restam caracteres a serem digitados.
CAPTCHA
Veja mais de Brasil/Mundo

1

Em flagrante

Suspeito de invadir casa da ex-esposa em Delmiro é preso por descumprir medida protetiva

2

UFAL

Obras do Restaurante Universitário em Delmiro Gouveia estão perto de concluir

3

Quase R$ 3 milhões

Deputado apoiado por Padre Eraldo tem patrimônio maior do que o declarado por Renan Filho

4

Eleições 2018

Pesquisa Ibope: Lula, 37%; Bolsonaro, 18%; Marina, 6%; Ciro, 5%; Alckmin, 5%

5

Futebol amador

Campeonato Pariconhense: Juventus vence e assume temporariamente liderança do grupo B

6

Entregou-se à polícia

Jacob Brandão tinha em aberto dois mandados de prisão por corrupção em Mata Grande

1

É ex-prefeito

Depois de 4 meses foragido, Jacob Brandão teria se entregado à polícia nesta sexta-feira

2

Pedido negado

Antes de entregar-se à polícia, Jacob Brandão pediu habeas corpus ao TJ/AL

3

Eleições 2018

Ziane Costa registra candidatura a deputada estadual e declara mais de R$ 250 mil em bens

4

Jota Silva

Samyr Malta desiste da candidatura a deputado estadual e lança o pai na disputa

5

E pedem apoio do MPE

Monteirópolis: vereadores denunciam falta de remédios, ambulância e transporte escolar

6

Mudanças

Com candidatura registrada, Ziane Costa diz que vai apoiar reeleição de Olavo Calheiros

1

Violência contra mulher

Jovem é assassinada com vários tiros dentro de casa em Santana do Ipanema

2

É ex-prefeito

Depois de 4 meses foragido, Jacob Brandão teria se entregado à polícia nesta sexta-feira

3

Pedido negado

Antes de entregar-se à polícia, Jacob Brandão pediu habeas corpus ao TJ/AL

4

Violência

Irmãos são encontrados mortos às margens de rodovia que dá acesso a povoado

5

Caso de polícia

Ex-prefeito de Água Branca registra boletim de ocorrência contra vereador após ofensas

6

Orgulho

Músico de Delmiro Gouveia conquista segundo lugar em concurso sul-americano de guitarras