Buscar

Notícias

Compartilhe:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

STF vai julgar pedido de liberdade de Lula em 4 de dezembro
O pedido foi apresentado depois que o agora ex-juiz federal Sergio Moro aceitou o convite para ser ministro da Justiça no governo de Jair Bolsonaro
Por Notícias ao Minuto
Ex-presidente Lula está preso em Curitiba, no Paraná - Foto: Ueslei Marcelino / Reuters

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) marcou para a próxima terça-feira (4) o julgamento de mais um pedido de liberdade feito pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O processo estava liberado para julgamento pelo relator, ministro Edson Fachin.

Fazem parte do colegiado os ministros Gilmar Mendes, Celso de Mello, Cármen Lúcia, Fachin e o presidente, Ricardo Lewandowski.

No habeas corpus, Os advogados de Lula argumentam que a indicação do juiz federal Sergio Moro para o governo do presidente eleito Jair Bolsonaro demonstra parcialidade do magistrado e também que ele agiu “politicamente”. Moro irá assumir o Ministério da Justiça em janeiro.

A defesa de Lula quer que seja reconhecida a suspeição de Moro para julgar processos contra o ex-presidente e que sejam considerados nulos todos os atos processuais que resultaram na condenação deste no caso do triplex do Guarujá (SP).

Lula está preso desde 7 de abril na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, após ter sua condenação no caso confirmada pelo Tribunal Regional Federal 4ª Região (TRF4), que impôs pena de 12 anos e um mês de prisão ao ex-presidente, pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Responsável pelos processos da Lava Jato na 13ª Vara Criminal de Curitiba, Sergio Moro nega qualquer irregularidade em sua conduta e diz que a decisão de participar do futuro governo ocorreu depois de medidas tomadas por ele, como o julgamento do ex-presidente Lula. Com informações da Agência Brasil.

Postada em 30/11/2018 01:51
Comentários

Utilize o formulário abaixo para comentar.

Ainda restam caracteres a serem digitados.
CAPTCHA
Veja mais de Brasil/Mundo

1

Foi eleito presidente

Ex-assessora de Bolsonaro trabalhava como personal durante horário de expediente

2

Médium brasileiro

João de Deus retirou R$ 35 milhões de bancos após denúncias de estupro

3

Unidades Básicas

Ministério da Saúde anuncia liberação de quase R$ 600 mil para três municípios do Sertão

4

Acusado de estupro

João de Deus é considerado foragido e entra na lista da Interpol

5

Emerson Emídio

“Projeto não disse para que veio e fui contrário”, afirma Pedro Paulo sobre o Conisul

6

Conquista

Prefeito Vinícius Lima anuncia aquisição de mais um trator e compactador de lixo em Canapi

1

Prazo para se manifestar

MP de Contas recomenda à prefeita de Piranhas a anulação de todos os contratos irregulares

2

Violência

Mototaxista que teria enviado vídeo íntimo para mulher casada é morto a tiros em Batalha

3

Acidente

Mulher é atropelada por moto enquanto pedalava em Delmiro Gouveia

4

Congresso no PR

Wi-fi de evento de Eduardo Bolsonaro se chama 'Petista não é gente'

5

Na BR-423

Batida entre carreta e caminhão deixa uma pessoa morta e outra ferida em Canapi

6

Em Milagres

Quatro moradores de Delmiro Gouveia são presos durante ação policial no Ceará

1

Em Milagres

Quatro moradores de Delmiro Gouveia são presos durante ação policial no Ceará

2

Caiu nas pedras

Mulher morre depois de pular de ponte na divisa entre Delmiro Gouveia e Paulo Afonso

3

Na BR-423

Batida entre carreta e caminhão deixa uma pessoa morta e outra ferida em Canapi

4

Novas informações

Segurança Pública do CE confirma mortes de alagoanos entre reféns e suspeitos em Milagres

5

Emerson Emídio

Após perseguição, carro da PM colide com veículo e homem acaba preso em Delmiro Gouveia

6

Fatalidade

Adolescente morre depois de sofrer queda de cavalo em loteamento de Delmiro Gouveia