21/10/2019 10:49:44
Esportes
Internautas ficam divididos em enquete sobre mudança do Rei Pelé para Rainha Marta
Resultado mostrou que 51,37% rejeitam a mudança no nome do estádio, que fica em Maceió, mas 48,63% apóiam a troca, já aprovada pela Assembleia Legislativa Estadual
CBF/DivulgaçãoMarta e Pelé, os maiores jogadores de futebol que o Brasil possui
Diego Barros

Uma enquete realizada pelo Correio Notícia mostrou que a população está dividida quanto à mudança no nome do estádio Rei Pelé, em Maceió, para Rainha Marta, em homenagem à jogadora natural de Dois Riachos.

Com a pergunta “Você concorda com a mudança do nome do Estádio Rei Pelé, em Maceió, para Rainha Marta?”, a enquete recebeu 1538 participações. Dessas, 790 (51,37%) escolheram a resposta “Não”, ou seja, discordaram da mudança.

Já 748 (48,63%) internautas escolheram a resposta “Sim”, mostrando-se favoráveis à mudança no nome do estádio, que é o maior de Alagoas e foi inaugurado há quase 50 anos, homenageando o maior jogador de futebol do Brasil e do mundo no século XX. Com a liderança de Pelé em campo, a seleção brasileira venceu três Copas do Mundo: 1958, 1962 e 1970.

Em setembro deste ano, a Assembleia Legislativa Estadual (ALE) aprovou o projeto de lei n° 03/2019, de autoria do deputado Antônio Albuquerque, que altera o nome do Estádio Rei Pelé para Rainha Marta.

A medida gerou polêmica entre os alagoanos. É o único estádio do país que homenageia o jogador que foi eleito “O Atleta do Século XX”. Marta, por sua vez, saiu de Dois Riachos, no Sertão de Alagoas, e tornou-se a melhor jogadora de futebol do mundo seis vezes. É a maior colecionadora de títulos de melhor do mundo, tanto entre mulheres quanto entre homens.

O projeto aprovado pela ALE ainda vai passar pelo governador Renan Filho, que pode sancionar ou vetar. Se sancionar, vira lei e o nome do estádio será mudado. Se vetar, o projeto volta para a Assembleia, onde os parlamentares podem manter ou derrubar o veto.

É importante ressaltar que a enquete do Correio Notícia não se trata de pesquisa e, portanto, não precisa de registro nos Tribunais Superiores ou nos órgãos de controle. Ela é um mero levantamento de opiniões, sem controle de amostra, a qual não utiliza método científico para sua realização, dependendo, apenas, da participação espontânea do interessado.

E-mail: correionoticia@hotmail.com
Telefone: (82) 98162-1608

Correio Notícia - Portal de Notícias do Sertão de Alagoas - Mais informação pra você!. ©2020. Todos os direitos reservados.