14/01/2019 08:55:02
Emerson Emídio | Emerson Emídio
O silêncio dos ‘inocentes’ em meio ao grito dos excluídos
Redes Sociais

Já dizia o velho Chacrinha...’Quem não comunica, se trumbica’. Pois é meus caros e estimados leitores. Comunicação é tudo de mais valoroso que existe na vida. Porém, de uns tempos pra cá, ela não tem sido vista com bons olhos. 


O povo, por sua vez, com razão, passou a ter certa descrença em alguns (que fique bem claro que não são todos) veículos de comunicação. Em Delmiro Gouveia, a discussão entre comunicação e poder público é antiga. É extremamente importante que os veículos cumpram o papel deles, ouvindo o povo, as autoridades e trazendo as problemáticas. Afinal de contas, vivemos numa cidade democrática. Ou não?


A transversalidade da informação é de fundamental importância para um contexto. Porque um texto sem o mesmo vira um baita pretexto. E não se pode trocar alhos por bugalhos. Eu concordo e assino em baixo que os veículos de comunicação tenham contratos publicitários com o governo do estado, deputados, senadores, vereadores e com prefeituras. Entretanto, a independência da imprensa é algo que precisa ser defendido com unhas e dentes.


As relações são extremamente distintas. Ninguém é obrigado a pensar igual, mas a imprensa, de sua feita, deve estar pensando e agindo pelo bem comum e coletivo da sociedade a qual está inserida. E isso vai da índole e cabeça de cada comunicador ou Jornalista.


Mesmo com toda mordaça, jeitinho, acordo e tentativa de tornar veículos reféns de ideologias, a imprensa livre e independente deve levar em consideração o grito dos excluídos. Daqueles que lá ponta da corda, sofrem e vivem as piores mazelas. Também existe outro caminho, calar-se e se fazer de ‘inocente’. O bom de tudo, ao final, é que tudo passa, o mundo muda e à roda gigante segue girando. Ao final, o que prevalece mesmo é a verdade. Dessa, ninguém foge ou se esconde. Boa semana!

E-mail: correionoticia@hotmail.com
Telefone: (82) 98162-1608

Correio Notícia - Portal de Notícias do Sertão de Alagoas - Mais informação pra você!. ©2019. Todos os direitos reservados.