Buscar

Editorias

Compartilhe:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Golpe contra trabalhadores
Trabalhador não deve assinar o termo de rescisão do contrato de trabalho sem ter recebido as verbas nele discriminadas, pois o termo tem a natureza jurídica de um recibo de quitação
Por José Luiz Neto*
Foto: Divulgação

Com o fim da homologação da demissão em sindicatos, empresas orientam funcionários a assinar a rescisão e não pagam os direitos aos ex-empregados.
Depois da demissão, risco de ficar sem o dinheiro da rescisão do contrato. A não homologação no sindicato da categoria profissional, como previsto na Reforma Trabalhista, tem sido um artifício usado por algumas empresas para não pagarem as verbas indenizatórias ao ex-empregado.

Até a entrada em vigor da Lei 13.467, o Artigo 477 da CLT estabelecia que o pedido de demissão ou o recibo de quitação de rescisão do contrato firmado pelo empregado com mais de um ano de casa só seria válido quando feito sob assistência do respectivo sindicato ou perante a autoridade competente. A Reforma Trabalhista acabou com a exigência.

E como seria esse golpe? O empregado é dispensado e convocado ao departamento de pessoal para ‘assinar a rescisão’. Quando comparece, é informado de que tem de ‘assinar a rescisão para sacar o FGTS’ e que a empresa vai depositar verbas rescisórias nos próximos dias.

O que não ocorre. A empresa não deposita e, quando o empregado entra com o processo na Justiça do Trabalho, ela alega que pagou as verbas rescisórias ‘em espécie’, ou seja, em dinheiro.

Alertamos: “O trabalhador não deve assinar o termo de rescisão do contrato de trabalho sem ter recebido as verbas nele discriminadas, pois o termo tem a natureza jurídica de um recibo de quitação”.

O ideal nestes casos é procurar um advogado trabalhista especializado, mas nunca assinar um termo de rescisão sem depósito prévio das verbas ou pagamento no ato.
Vale ressaltar que o prazo limite para o pagamento das indenizações previstas em contrato é de até dez dias a partir do dia do rompimento contratual entre as partes diretamente interessadas

*É advogado do escritório Luiz Neto Advogados Associados

Postada em 05/03/2020 20:30 | Atualizada em 05/03/2020 20:32
Comentários

Utilize o formulário abaixo para comentar.

Ainda restam caracteres a serem digitados.
CAPTCHA
Veja mais de Artigos




Você tem medo de ser contaminado com o novo coronavírus?

Sim
Não
 

CNTV

1

Jairo Ribeiro

Palestina: burocracia ou descaso? Parte 2

2

Polêmica

Trump quer que EUA possam minerar recursos naturais da Lua e de asteroides

3

Possibilidades

Coronavírus: São Paulo prevê 1,2 mil mortes no fim de semana e 100 mil em 6 meses

4

Aliado político

Crivella diz que crise do coronavírus ajuda Bolsonaro a se fortalecer 'guiado por Deus'

5

Finanças

Há risco de auxílio de R$ 600 cair na conta e abater cheque especial negativo, diz BC

6

"Marginais"

Maia diz que ataques ao Congresso são obra de assessores de Bolsonaro

1

Se deu mal

Homem morre em hospital depois de troca de tiros com policiais em Piranhas

2

Durante pandemia

Vereador destina metade do salário para ajudar famílias carentes em Delmiro Gouveia

3

Solidariedade

Vereador Júnior Lisboa vai distribuir 2000 máscaras em pontos estratégicos de Delmiro

4

Nomeação

Delegado de Piranhas assume Delegacia Regional de Polícia de Delmiro Gouveia

5

Jairo Ribeiro

Prefeito de Tapera promove emenda pior que o soneto

6

Política no Sertão

"Alan da Casal" lança nome como pré-candidato a vereador e agita política em Piranhas

1

Tragédia

Pai tenta salvar filho de afogamento e acaba morrendo junto com ele em São José da Tapera

2

Auxilio Emergencial

Caixa lança site e aplicativo para solicitar auxílio emergencial de R$ 600

3

Rio São Francisco

Alerta aos ribeirinhos: vazão da represa de Xingó vai dobrar e chegar a 1.100m³/h

4

Covid-19 no Sertão

Hospital de Santana do Ipanema confirma que médicos testaram positivo para coronavírus

5

Dentro de Riacho

Menino desaparecido há três dias é encontrado morto em Jacaré dos Homens

6

Se deu mal

Homem morre em hospital depois de troca de tiros com policiais em Piranhas