Buscar

Editorias

Compartilhe:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Jornalista da Globo que premiou Moro sugere novo golpe para ele escapar da suspeição
Desta vez a palhaçada veio pela pena de Ascânio Seleme, o ex-diretor de redação do jornal do grupo, famoso pelo nome de expectorante e por ter dado o prêmio “Faz Diferença” a Moro em 2015, juntamente com o patrão João Roberto Marinho
Por Kiko Nogueira*
Ascânio Seleme (à direita) com o inimputável Sergio Moro - Foto: Reprodução/Diário do Centro do Mundo

A Globo segue em sua cruzada para melar o direito e achar uma presepada supostamente legal para justificar a óbvia parcialidade de Sergio Moro nos processos contra Lula.

Com uma cortina de silêncio em torno dos novos diálogos entre o ex-messias de Curitiba e os procuradores, restam esses atentados à Justiça que fontes da área sopram e o sujeito repete.

Desta vez a palhaçada veio pela pena de Ascânio Seleme, o ex-diretor de redação do jornal do grupo, famoso pelo nome de expectorante e por ter dado o prêmio “Faz Diferença” a Moro em 2015, juntamente com o patrão João Roberto Marinho.

Em sua coluna deste sábado, Seleme dá duas notas sequenciais.


Na primeira, repete a papagaiada de que “a Lava-Jato incomodou mais por ter alcançado gente graúda do que pelos pecados que cometeu”.

Em seguida, ataca com a seguinte inovação:

Há um princípio na jurisprudência que poderia servir a Sergio Moro caso o Supremo Tribunal Federal aceite o pedido da defesa do ex-presidente Lula e não rejeite sumariamente a arguição de suspeição do ex-juiz da Lava-Jato. Trata-se da “busca da verdade real”.

Por ele, a Justiça não pode se satisfazer com a realidade formal dos fatos, mas sim buscar que o ius puniendi (direito de punir do Estado) seja efetivamente produzido. Neste caso poderia até caber ao juiz orientar o Ministério Público em processos penais.

É dose para cavalo, como diziam os antigos.

Não há no Código de Processo Penal brasileiro nada que autorize o juiz a orientar o Ministério Público, a Defensoria Pública ou a advocacia.

O que está lá, límpido e cristalino, é o artigo rezando que “o juiz dar-se-á por suspeito, e, se não o fizer, poderá ser recusado por qualquer das partes se tiver aconselhado qualquer das partes”.

Ponto.

Quem não se satisfaz com “a realidade formal dos fatos” é a turma do Ascânio.

*É diretor do Diário do Centro do Mundo. Jornalista e músico. Foi fundador e diretor de redação da Revista Alfa; editor da Veja São Paulo; diretor de redação da Viagem e Turismo e do Guia Quatro Rodas. Esse artigo foi originalmente publicado em 13/02/2021, no site Diário do Centro do Mundo.

Postada em 14/02/2021 00:06
Comentários

Utilize o formulário abaixo para comentar.

Ainda restam caracteres a serem digitados.
CAPTCHA
Veja mais de Artigos

1

Pademia

Covid-19: Agreste e Sertão regridem para fase vermelha do distanciamento social controlado

2

Acabou o passeio

PM flagra menor praticando direção perigosa e apreende veículo em Olho D’água das Flores

3

Sítio Serrote do Piauí

Suspeito de vender carro roubado é preso por posse ilegal de arma de fogo em Inhapi

4

No Promissão

Polícia apreende veículo roubado na zona rural de Inhapi e leva condutor para Batalha

5

MELHORIAS

Casal investe quase R$ 200 mil e melhora abastecimento em Santana do Ipanema

6

DRAMÁTICO

Governo veta patrocínio a projetos culturais de estados com restrições

1

NA CADEIA

Assaltantes que aterrorizavam no Sertão são presos pela PM em Maravilha

2

Antônio Melo

Políticos no Sertão usam laranjas para comprarem carros-pipa e trocarem água por votos

3

Em flagrante

Após assalto a popular, agentes da SMTT perseguem e prendem suspeito em Delmiro Gouveia

4

POLÊMICA

Secretário rebate denúncias e diz que não existe perseguição política em Belo Monte

5

Combate à Covid-19

Ziane Costa determina toque de recolher entre 23h e 5h em Delmiro Gouveia

6

No Sertão de AL

Governo Bolsonaro suspende Operação Pipa, população pobre fica com sede e AMA reage

1

Exclusivo

“Tribunal da Morte” autorizou execução de coordenador da prefeitura de Pão de Açúcar

2

NA CADEIA

Assaltantes que aterrorizavam no Sertão são presos pela PM em Maravilha

3

Caso Gilmário

Identificado empregado de lava a jato que participou de homicídio e foi morto pela polícia

4

TÁRTARO

Assaltantes de bancos e latrocinistas são presos no Sertão alagoano

5

Combate à Covid-19

Ziane Costa determina toque de recolher entre 23h e 5h em Delmiro Gouveia

6

Caso Gilmário

MPE requer prisão preventiva de acusados de matar empresário em Olho D'água das Flores