Buscar

Notícias

Compartilhe:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Bolsonaro decide 'implodir' o Inmetro e anuncia demissão de toda a diretoria do órgão
Presidente disse no Guarujá que motivo foi determinação de troca de tacógrafos, o que, segundo ele, prejudicaria taxistas
Por G1
Foto: Divulgação

O presidente Jair Bolsonaro afirmou neste sábado (22) que decidiu "implodir" o Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) e anunciou a demissão de toda a diretoria do órgão.

O Inmetro é a autarquia federal responsável por executar políticas nacionais de metrologia, fiscalizar o cumprimento de normas técnicas, métodos e instrumentos de medição e unidades de medida.

Bolsonaro deu a declaração na porta de um supermercado no Guarujá (SP), para onde viajou nesta sexta (21) a fim de passar o feriado de carnaval no Forte dos Andradas, base militar do Exército. A fala foi transmitida ao vivo pelo perfil do presidente em uma rede social. Pela manhã, Bolsonaro foi a estabelecimentos comerciais da cidade, no litoral paulista. Além de visitar dois supermercados, esteve em uma padaria, onde tomou café.

“Implodi o Inmetro. Implodi. Mandei todo mundo embora. Por quê? Há poucos meses assinaram portaria para trocar tacógrafos. Em vez de ser o normal que está aí, inventaram um digital. Ele é aferido de dois em dois anos. Passaram para um. Mandei acabar com isso aí”, declarou.

O tacógrafo é um instrumento que indica e registra dados sobre a condução dos veículos, como distância percorrida, velocidade desenvolvida e tempos de parada e direção.

Segundo Bolsonaro, a portaria do Inmetro iria prejudicar taxistas. "Começou no Rio, não sei se veio para São Paulo, trocar os taxímetros. Mas por quê? Quatrocentos cada um. Os tacógrafos, 1.900. Multiplique por milhões de veículos que mexem com tacógrafos. Táxi só no Rio são 40 mil", disse.

Uma das mudanças a que o presidente se refere é uma portaria de agosto de 2019 que prevê uma nova regra para padronização de sensores de velocidade utilizados em taxímetros.

"Não temos que atrapalhar a vida dos outros. É facilitar a vida de quem produz. Os novos taxímetros, faça diferente. Os novos tacógrafos, tudo bem. Agora, tirar do pessoal, trocar, não. Então, o que eu tenho que fazer? Implodir."

Por isso, afirmou, decidiu "cortar a cabeça de todo mundo". De acordo com Bolsonaro, foram demitidos a "presidente e uma meia dúzia da diretoria".

"Não estou acusando ninguém de fazer nada errado. Mas ficamos com... Foram demitidos mais pelo excesso de zelo. Aí complicou para eu engolir essa iniciativa deles", declarou.

Na última segunda-feira (17), o "Diário Oficial da União" já havia publicado a exoneração da presidente do Inmetro, Angela Flores Furtado, substituída pelo coronel do Exército Marcos Heleno Guerson de Oliveira Júnior.

Angela Flores havia sido indicada ao cargo por Carlos da Costa, secretário de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, ao qual o instituto é subordinado.

Em nota, o Inmetro informou que "portarias recentes estão em avaliação pela presidência, assim como a composição da diretoria para a nova gestão".

O G1 também procurou a assessoria da Secretaria Especial de Produtividade e, até a última atualização desta reportagem, aguardava uma manifestação sobre as demissões.

Além da presidência, o Inmetro tem seis diretorias: Diretoria de Administração e Finanças; Diretoria de Avaliação da Conformidade; Diretoria de Metrologia Aplicada às Ciências da Vida; Diretoria de Metrologia Científica e Tecnologia; Diretoria de Metrologia Legal e a Diretoria de Planejamento e Articulação Institucional.

Postada em 22/02/2020 22:57
Comentários

Utilize o formulário abaixo para comentar.

Ainda restam caracteres a serem digitados.
CAPTCHA
Veja mais de Brasil/Mundo




Você tem medo de ser contaminado com o novo coronavírus?

Sim
Não
 

CNTV

1

No trânsito

Acidente na divisa entre Jatobá e Delmiro Gouveia deixa dois mortos e quatro feridos

2

Educação

COVID19: Inácio Loiola defende flexibilização na redução das mensalidades escolares

3

Promoção da PM/AL

Comandante do Grupamento de Polícia Militar de Inhapi é promovido a subtenente

4

Covid-19 no Sertão

Coronavírus: São José da Tapera tem três casos descartados, mas segue com dois suspeitos

5

Jota Silva

Secretário de Assistência Social de Delmiro Gouveia deixa pasta para tentar vaga na Câmara

6

Ajuda ao próximo

Policiais Civis de Alagoas e PRFs se unem em campanha às vítimas de enchente em Santana

1

Se deu mal

Homem morre em hospital depois de troca de tiros com policiais em Piranhas

2

Durante pandemia

Vereador destina metade do salário para ajudar famílias carentes em Delmiro Gouveia

3

Solidariedade

Vereador Júnior Lisboa vai distribuir 2000 máscaras em pontos estratégicos de Delmiro

4

Jairo Ribeiro

Prefeito de Tapera promove emenda pior que o soneto

5

Nomeação

Delegado de Piranhas assume Delegacia Regional de Polícia de Delmiro Gouveia

6

Descumprindo as medidas

Campeonato de sinuca é interrompido por militares na zona rural de Água Branca

1

Tragédia

Pai tenta salvar filho de afogamento e acaba morrendo junto com ele em São José da Tapera

2

Auxilio Emergencial

Caixa lança site e aplicativo para solicitar auxílio emergencial de R$ 600

3

Covid-19 no Sertão

Hospital de Santana do Ipanema confirma que médicos testaram positivo para coronavírus

4

Dentro de Riacho

Menino desaparecido há três dias é encontrado morto em Jacaré dos Homens

5

Se deu mal

Homem morre em hospital depois de troca de tiros com policiais em Piranhas

6

Risco de inundação

Ministérios Públicos fazem recomendações aos municípios de Poço, Santana e Batalha