Buscar

Notícias

Compartilhe:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Secretário rebate denúncias e diz que não existe perseguição política em Belo Monte
Grupo de oposição usa redes sociais para denunciar "transferências política" de quem não apoia atual prefeito
Por Antonio C Melo
Secretário enfatizou que transferências atendem às necessidades de escolas e creches - Foto: Reprodução/Capucão

O secretário municipal de Educação de Belo Monte, Rodrigo Houly de Carvalho, desmentiu as denúncias de perseguição a servidores concursados que não votaram no prefeito Dalmo Augusto de Almeida Junior (PTB), o “Dalminho”.

Durante a semana, várias publicações em redes sociais, sites e blogs em Alagoas noticiavam que cerca de 12 servidores concursados, que admitem não terem votado em “Dalminho”, sofreram supostas transferências punitivas.

Um dos inconformados é o auxiliar de serviços gerais João Lima Neto, servidor da Educação municipal há cerca de 20 anos. Ele afirma que foi candidato a vereador no pleito passado, pela oposição, apoiando outro candidato a prefeito. João Lima, que perdeu a eleição, denuncia que por ser da oposição foi transferido para trabalhar na Escola Municipal São José, no povoado Pé Leve, bastante longe da área urbana, onde ele sempre foi lotado.

Quem também denuncia ser vítima de perseguição política é Claudenice Gonçalves Silva dos Santos, concursada há 12 anos. Mãe de duas crianças menores de idade, sendo uma com problemas de saúde e uma criança especial que precisa totalmente dos seus cuidados, Claudenice foi transferida para a Creche Municipal Recanto da Paz, no povoado Barra do Ipanema, também distante da área urbana, onde sempre trabalhou. Ela relata que não tem com quem deixar os filhos e é obrigada a faltar por conta da transferência.
.
Em resposta, o secretário esclareceu que apenas houve relocação de servidores para que o município atenda às demandas e assim não seja necessária a contratação de outras pessoas, que onerariam a folha de pagamento.

"A prefeitura não está podendo fazer contratações agora e, quando puder, essas lacunas serão preenchidas", informou o secretário Rodrigo Houly.

Postada em 26/02/2021 12:30 | Atualizada em 26/02/2021 16:15
2 Comentários

Utilize o formulário abaixo para comentar.

Ainda restam caracteres a serem digitados.
CAPTCHA

Veja mais de Cidades

1

Estava desaparecida

Trabalhador é encontrado morto dentro de casa em Delmiro Gouveia

2

DROGA EM ALAGOAS

VÍDEO: Mais de meia tonelada de cocaína, que seguia para a Europa, é apreendida em Alagoas

3

Em decomposição

Populares encontram cadáver em povoado de Pão de Açúcar

4

DELMIRO GOUVEIA

Ronaldo Medeiros comemora construção de Centro de Nefrologia em Delmiro Gouveia

5

EM ALERTA

Rio Mundaú sobe e deixa em alerta população e prefeitura de Santana do Ipanema

6

CONTO DO GOLPE

Dupla sertaneja é acusada de golpe e vai parar na Justiça

1

Por transparência

MPE/AL exige que prefeito de Tapera divulgue o que é feito com dinheiro da Covid-19

2

Podcast

Prefeitura de Tapera terá que esclarecer quebra de frasco com vacina para a Covid-19

3

Ficou amarrado

Caminhoneiro é rendido enquanto dormia e criminosos roubam pneus em Delmiro Gouveia

4

Mal entendido

Prefeitura de Delmiro Gouveia desmente informação sobre fraude nas doses contra Covid-19

5

ESCÂNDALO

Ministério Público começa a investigar políticos e "mortos" que se vacinaram

6

PEDIU PARA SAIR

Delegado Paulo Cerqueira deixa direção da PC após ser indiciado pela PF

1

Por transparência

MPE/AL exige que prefeito de Tapera divulgue o que é feito com dinheiro da Covid-19

2

Podcast

Prefeitura de Tapera terá que esclarecer quebra de frasco com vacina para a Covid-19

3

NA CHAVE

Suspeito de aplicar mais de R$ 1 milhão em golpes contra idosos é preso em Alagoas

4

Esquema milionário

Justiça afasta ex-juiz de Piranhas acusado de fraude contra a Caixa Econômica Federal

5

AVES CLANDESTINAS

Polícia faz operação em Tapera contra quadrilha que vendia aves sonegando impostos

6

Deverá ser investigado

Polícia tenta prender suspeito de estupro após conversar com pai da vítima em Piranhas