Buscar

Editorias

Compartilhe:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

FHC: Bolsonaro encerra um ciclo do país, mas não sei se criará outro
Outro item mencionado foi a proliferação de partidos, com mais de 20 deles com representação no Congresso, que, para ele, foram desmoralizados pelas revelações da Operação Lava Jato
Por Folhapress / Notícias ao Minuto
Fernando Henrique Cardoso foi presidente da República de 1995 a 2002 - Foto: Reprodução/DR

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso disse nesta segunda-feira (17) que a eleição de Jair Bolsonaro encerra um ciclo da política do Brasil iniciado na Constituição de 1988, mas considera incertos os próximos passos do país com a posse do novo governo.

"Minha expectativa é que o governo, que não existe ainda, vai terminar um ciclo, vai matar um ciclo. Bom, esse ciclo já estava morrendo. Mas não sei se vai ser capaz de criar outro. Eu tenho uma interrogação. Não estou dizendo que não vai ser capaz. Estou dizendo que eu não sei se vai ser capaz de criar outro, imaginar formas políticas", disse o tucano.

Como símbolos do ciclo que se encerra, disse Fernando Henrique, está a ideia de que o Estado "vai resolver problemas". Outro item mencionado foi a proliferação de partidos, com mais de 20 deles com representação no Congresso, que, para ele, foram desmoralizados pelas revelações da Operação Lava Jato.

FHC lembrou que atuou na Constituinte, como líder do PMDB no Senado, e disse que o valor básico da época era a democracia. "Não pusemos regras na formação de partidos."

Ele deu as declarações durante palestra em São Paulo, em evento de lançamento do livro "Legado para a Juventude Brasileira", elaborado por ele e pela pesquisadora Daniela de Rogatis a partir de debates com grupos de jovens.

Apesar de críticas a ideias defendidas por Bolsonaro, como o projeto Escola Sem Partido, Fernando Henrique disse no evento que não há como julgar um governo que ainda não começou apenas com base nas intenções do eleito.

Afirmou também que não votou na eleição presidencial nem em Bolsonaro nem no PT e defendeu a retomada do crescimento da economia como questão essencial para o sucesso do futuro governo.

Sem se referir a Bolsonaro, disse em sua apresentação que, em regimes abertos, não se pode "só mandar". "Tem que convencer. A liderança hoje depende da capacidade que têm os líderes não de mandar."

O tucano também disse ver um "germe da inquietação" em diversas partes do mundo, citando, como exemplo a mobilização dos coletes amarelos na França. "É um momento novo no mundo, não é só aqui, não. Onde é que não tem crise? Onde tem ditadura, onde não tem liberdade." Com informações da Folhapress.

Postada em 18/12/2018 17:32
1 Comentário

Utilize o formulário abaixo para comentar.

Ainda restam caracteres a serem digitados.
CAPTCHA

Veja mais de Eleições 2018

1

INTEPESTIVO

Bolsonaro defende tratamento precoce de covid e critica passaporte da vacina

2

ACERTOS

TSE se reúne novamente com plataformas de redes sociais

3

MAU EDUCADO

Em Nova York, ministro Marcelo Queiroga faz gesto obsceno para manifestantes

4

PROBLEMA

MPF defende rejeição do pedido da defesa de Lula para encerrar última ação penal

5

PROVA DE VIDA

INSS: quase 5 milhões têm de fazer prova de vida até 2022; veja como funciona

6

Vencendo a pandemia

Delmiro Gouveia está há quase uma semana sem registrar nenhum caso novo de covid-19

1

FEMINICIDIO

Família de mulher morta pelo ex-marido cobra Justiça em caminhada em São José da Tapera

2

Crime contra animais

Polícia investiga morte por envenenamento de quatro cachorros em Mata Grande

3

Moravam em Delmiro

Dois homens que deixaram Delmiro para trabalhar em SP estão desaparecidos há 30 dias

4

Acidente

Estrutura de madeira em escola desaba e mata servidor da prefeitura de Piranhas

5

Aglomeração

Após escândalo de festa promovida por prefeitura, polícia proíbe vaquejada em Ouro Branco

6

Golpe e violência

Homem de Senador cai em golpe ao tentar comprar cisterna e é assaltado em Arapiraca

1

Moravam em Delmiro

Dois homens que deixaram Delmiro para trabalhar em SP estão desaparecidos há 30 dias

2

Caso Pindoba

Acusado de matar idoso de 70 anos em Mata Grande é preso e alega ter problemas mentais

3

Acidente

Motorista perde controle de carro e bate em árvores em trecho da AL-145 em Água Branca

4

Acidente

Estrutura de madeira em escola desaba e mata servidor da prefeitura de Piranhas

5

FEMINICIDIO

Família de mulher morta pelo ex-marido cobra Justiça em caminhada em São José da Tapera

6

Golpe e violência

Homem de Senador cai em golpe ao tentar comprar cisterna e é assaltado em Arapiraca