Buscar

Editorias

Compartilhe:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Ex-assessora de Bolsonaro trabalhava como personal durante horário de expediente
Nathalia foi nomeada na Câmara dos Deputados em dezembro de 2016, como secretária parlamentar e lotada no gabinete de Jair Bolsonaro. Nos últimos meses seu salário chegou aos R$ 10.088,42
Por Notícias ao Minuto
Jair Bolsonaro esteve deputado federal por 28 anos e este ano foi eleito presidente da República - Foto: Reprodução/ DR

Uma ex-assessora de gabinete do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), na Câmara dos Deputados, em Brasília, trabalhava como personal trainer e morava no Rio de Janeiro na mesma época. Nathalia Melo de Queiroz aparece no relatório da Coaf, o Conselho de Controle de Atividades Financeiras.

De acordo com o "Jornal Nacional", Nathalia é filha de Fabrício de Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro, deputado estadual e senador eleito. Ela teria trabalhado como assessora de Flávio na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) e posteriormente como secretária parlamentar no gabinete de Bolsonaro.

O jornal "Folha de S. Paulo", revelou nesta sexta-feira(14), que Nathalia trabalhava nesta mesma época como personal trainer no Rio de Janeiro.

Ainda segundo a "Folha de S. Paulo", “em sua descrição numa rede social, Nathalia identificava-se como educadora física e certificada em eletroestimulação”.

De acordo com a TV Globo, entre 2011 e 2012, época em que era servidora da Assembleia do estado, Nathalia trabalhou como recepcionista numa academia que fica em um e shopping do Rio de Janeiro.

Nathalia foi nomeada na Câmara dos Deputados em Dezembro de 2016, como secretária parlamentar e lotada no gabinete de Jair Bolsonaro. Nos últimos meses seu salário chegou aos R$ 10.088,42.

Clientes que contrataram os serviços de Nathalia como personal trainer confirmaram que ela atendia em dias de semana, e em horários comerciais. O seu cargo na Câmara dos Deputados prevê que ela cumpra 40 horas semanais no gabinete.

Segundo informado no "Jornal Nacional", Nathalia apagou seu perfil nas redes sociais.

No início da semana, Bolsonaro foi questionado sobre a funcionária do gabinete dele, Nathalia. Respondeu: “Ah, pelo amor de Deus, pergunta para o chefe de gabinete. Eu tenho 15 funcionários comigo”.

No relatório da Coaf, consta que o nome de Nathalia está associado a uma transferência de R$84 mil para a conta do pai dela, Fabrício de Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro, derante 13 meses, incluindo o período em que trabalhava no gabinete do presidente eleito.

Fabrício Queiroz foi convocado pelo Ministério Público para prestar depoimento semana que vem.

Postada em 15/12/2018 18:27
Comentários

Utilize o formulário abaixo para comentar.

Ainda restam caracteres a serem digitados.
CAPTCHA
Veja mais de Eleições 2018

1

INTEPESTIVO

Bolsonaro defende tratamento precoce de covid e critica passaporte da vacina

2

ACERTOS

TSE se reúne novamente com plataformas de redes sociais

3

MAU EDUCADO

Em Nova York, ministro Marcelo Queiroga faz gesto obsceno para manifestantes

4

PROBLEMA

MPF defende rejeição do pedido da defesa de Lula para encerrar última ação penal

5

PROVA DE VIDA

INSS: quase 5 milhões têm de fazer prova de vida até 2022; veja como funciona

6

Vencendo a pandemia

Delmiro Gouveia está há quase uma semana sem registrar nenhum caso novo de covid-19

1

FEMINICIDIO

Família de mulher morta pelo ex-marido cobra Justiça em caminhada em São José da Tapera

2

Crime contra animais

Polícia investiga morte por envenenamento de quatro cachorros em Mata Grande

3

Moravam em Delmiro

Dois homens que deixaram Delmiro para trabalhar em SP estão desaparecidos há 30 dias

4

Acidente

Estrutura de madeira em escola desaba e mata servidor da prefeitura de Piranhas

5

Aglomeração

Após escândalo de festa promovida por prefeitura, polícia proíbe vaquejada em Ouro Branco

6

Golpe e violência

Homem de Senador cai em golpe ao tentar comprar cisterna e é assaltado em Arapiraca

1

Moravam em Delmiro

Dois homens que deixaram Delmiro para trabalhar em SP estão desaparecidos há 30 dias

2

Caso Pindoba

Acusado de matar idoso de 70 anos em Mata Grande é preso e alega ter problemas mentais

3

Acidente

Motorista perde controle de carro e bate em árvores em trecho da AL-145 em Água Branca

4

Acidente

Estrutura de madeira em escola desaba e mata servidor da prefeitura de Piranhas

5

FEMINICIDIO

Família de mulher morta pelo ex-marido cobra Justiça em caminhada em São José da Tapera

6

Golpe e violência

Homem de Senador cai em golpe ao tentar comprar cisterna e é assaltado em Arapiraca