Buscar

Notícias

Compartilhe:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Deputados tentam acelerar PEC que impede militares da ativa em cargos do governo
Movimentação dos parlamentares acontece depois da decisão do Exército de não punir o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello
Por Jornal Nacional
Movimentação dos parlamentares acontece depois da decisão do Exército de não punir o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello - Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

 A decisão do comando do Exército de não punir o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello levou deputados a tentar acelerar a votação de uma proposta de emenda constitucional que impede que militares da ativa ocupem cargos políticos no governo. Ex-ministro da Secretaria de Governo do presidente Bolsonaro, o general da reserva Santos Cruz manifestou na sexta-feira (4) contrariedade em relação à decisão do comandante do Exército, Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira, de livrar o general Eduardo Pazuelo de qualquer punição por ter participado de ato político de apoio a Bolsonaro.

Em uma rede social, ele escreveu que sentiu vergonha da decisão e complementou: “É uma desmoralização para todos nós. Houve um ataque frontal à disciplina e à hierarquia, princípios fundamentais à profissão militar. Mais um movimento coerente com a conduta do presidente da República e com seu projeto pessoal de poder. A cada dia, ele avança mais um passo na erosão das instituições”, escreveu.

Santos Cruz também criticou a forma como o presidente Bolsonaro tem se referido ao Exército brasileiro. Ele escreveu: “À irresponsabilidade e à demagogia de dizer que esse é o ‘meu exército’, eu só posso dizer que o ‘seu exército’ não é o Exército brasileiro. Este é de todos os brasileiros, é da nação brasileira”.

A decisão de não punir um general da ativa, apesar das proibições previstas no estatuto dos militares e no regulamento disciplinar do Exército, gerou uma movimentação na Câmara dos Deputados em favor da votação de uma proposta para impedir que militares da ativa ocupem cargos políticos na administração pública.

A proposta da deputada Perpetua Almeida, do PC do B, muda a Constituição para determinar que o militar com mais de dez anos de serviço passará automaticamente para a inatividade, ao assumir cargo de natureza civil. O texto já tem a assinatura de 82 deputados – precisa de 171 para começar a tramitar.

O ex-presidente da Câmara, o deputado Rodrigo Maia, do DEM, apoia a votação. “A PEC impõe um limite e dá uma sinalização clara. Chega. Aqueles que estiverem na ativa precisam ir para reserva se quiserem continuar na administração pública, no campo civil da administração pública, nas questões de governo”, disse Maia.

O vice-presidente da Câmara Marcelo Ramos, do PL, disse que a PEC afasta a política dos quartéis: “Vou conversar com o conjunto de deputados e deputadas nesse sentido, de que não é uma ação contra governo, é uma ação a favor das Forças Armadas e contra a politização das Forças Armadas, que é ruim tanto à direita como à esquerda, como ao centro. A política não deve estar dentro dos quartéis”.

Postada em 05/06/2021 09:56
Comentários

Utilize o formulário abaixo para comentar.

Ainda restam caracteres a serem digitados.
CAPTCHA
Veja mais de Política

1

Antônio Melo

Podcast: Em Alagoas, cavalos não sabiam que tinham “votos” na Assembleia Legislativa

2

Há vagas

Emater e Fapeal prorrogam prazo de inscrição para seleção de bolsistas: termina dia 15

3

Criticou o governador

Conseg instaura procedimento administrativo para apurar conduta de tenente-coronel da PM

4

Boletim atualizado

Em um dia Delmiro Gouveia registra quase 40 casos novos de Covid-19 e mais três mortes

5

ELEIÇÕES 2022

Freixo deixa o Psol para formar ampla aliança contra Bolsonaro

6

EM DISCUSSÃO

Deputado defende enforcamento de líderes do tráfico

1

Malha robusta

Governo do Estado vai investir R$ 1 bilhão na duplicação de rodovias até o final de 2022

2

EMBLEMÁTICO

Corpo de Bombeiros em AL consulta PGE sobre militares que não aceitam vacina contra Covid

3

Reagiu

Acusado de praticar vários crimes morre em troca de tiros com a polícia em Delmiro Gouveia

4

POLEMICA

Proposta que proíbe circulação de carroças com tração animal é tema de debate

5

Se deu mal

Homem morre em hospital depois de troca de tiros com policiais em Piranhas

6

Jairo Ribeiro

Bancada evangélica em Palestina vota contra homenagem a honorável pastor jubilado da AD

1

Na BR-423

Acidente envolvendo quatro veículos deixa dois mortos e vários feridos em Inhapi

2

Vítimas identificadas

Homens que morreram em acidente com quatro veículos em Inhapi são de Santana do Ipanema

3

Em Flagrante

Jovem é preso em Canapi depois de ser encontrado com carro furtado no estado de São Paulo

4

Pandemia descontrolada

Delmiro Gouveia registra quase 50 casos novos de Covid-19 e mais duas mortes em um dia

5

MACHINE BUSTER

Alagoano de Arapiraca, acusado de assaltos a bancos, é morto em confronto com a polícia

6

Violência

Homem é encontrado morto com várias marcas de tiros em povoado de Canapi