Buscar

Notícias

Compartilhe:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Assassinato de Rodrigo Alapenha em Delmiro Gouveia completa 6 meses e crime segue impune
Empresário era casado com a também empresária Emilene Ferreira, filha do ex-prefeito Lula Cabeleira; comissão de delegados investiga o caso
Por Diego Barros
Rodrigo Alapenha era empresário em Delmiro Gouveia e foi morto a tiros em agosto de 2017 - Foto: Reprodução/Internet

O assassinato do empresário Rodrigo Alapenha completou seis meses neste domingo (11). Ele foi morto a tiros no dia 11 de agosto de 2017 quando chegava em casa, no Loteamento Rosa de Sharon, no bairro Novo, em Delmiro Gouveia. Até agora, não se sabe quem são os autores do homicídio, que continuam em liberdade. Também não se sabe, até agora, a motivação do crime.

Em setembro, quando o assassinato completou um mês, o delegado Rodrigo Rocha Cavalcanti, um dos três que investigavam o caso, informou que as investigações estavam em andamento. Na época, a comissão formada por ele e mais dois delegados pediu ao juiz a prorrogação do prazo para conclusão do inquérito.

De lá para cá, dois delegados deixaram a comissão: o próprio Rodrigo Cavalcanti, que é o titular da Delegacia Regional de Polícia (1ª DRP), sediada em Delmiro Gouveia, e o delegado Cícero Lima, gerente de Polícia Judiciária da Região 4 (GPJR 4).

Já o delegado Mário Jorge Barros, gerente da Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic), continua no caso. Além dele, passou a fazer parte da comissão o delegado Guilherme Iusten. Porém, nenhuma informação, até agora, tem sido repassada à sociedade. O motivo pode ser o comprometimento das investigações em caso de vazamento.

Apesar disso, a reportagem do Correio Notícia foi informada por moradores que diversas diligências vinham sendo feitas em Delmiro Gouveia, o que significa, na prática, que as investigações continuam em andamento.

O assassinato

O empresário Rodrigo Alapenha foi assassinado a tiros, no início da tarde do dia 11 de agosto de 2017, por volta das 13h, em Delmiro Gouveia. Ele estava em uma caminhonete e, segundo a polícia, foi alvejado com cerca de trinta disparos de arma de fogo que teriam sido efetuados por ocupantes de um carro de passeio.

Segundo testemunhas, o empresário tentou fugir, mas foi baleado e bateu o carro em uma árvore a poucos metros da casa dele. Ele foi atingido por mais de dez tiros em várias partes do corpo e morreu na hora.

“Estava trabalhando próximo do local, quando escutei os tiros. Parecia um martelo batendo em madeira repetidamente. Não imaginava que fosse disparo de arma de fogo, tanto que, quando cheguei no local, me surpreendi com a cena do assassinato”, disse na ocasião, em entrevista à rádio Correio FM, uma servidora pública que preferiu não ter o nome divulgado.

Rodrigo Alapenha Cardoso Silvestre era casado com a também empresária Emilene Ferreira (Mila), filha de Lula Cabeleira. O pernambucano residia há anos em Delmiro Gouveia, onde era proprietário das empresas Mult Pneus (Delmiro) e RDC Locações e Terraplanagem, com atividade em Alagoas e Pernambuco.

Sob forte comoção, uma multidão vinda de várias partes de Alagoas e Pernambuco participou do velório e sepultamento do empresário Rodrigo Alapenha, na tarde do dia 12 de agosto, em Delmiro Gouveia.

LEIA MAIS:

Rodrigo Alapenha: crime completa 4 meses e mistério sobre autores e motivação continua

Adjunto da Segurança Pública fala sobre mortes de Rodrigo Alapenha e Neguinho Boiadeiro

Postada em 11/02/2018 18:45 | Atualizada em 12/02/2018 00:49
2 Comentários

Utilize o formulário abaixo para comentar.

Ainda restam caracteres a serem digitados.
CAPTCHA

Veja mais de Polícia

1

Tecnologia

Confira 'truque' no WhatsApp que ajuda a poupar espaço no smartphone

2

pequenos empreendedores

Recursos da Desenvolve fortalecem produção em Batalha, Jacaré e Olho D'água das Flores

3

Em Julgamento

Ministros do Supremo Tribunal Federal defendem equiparar homofobia a racismo

4

Polícia vai investigar

Detento é achado morto dentro de cela no presídio de Paulo Afonso (BA)

5

Ação social

Projeto de jiu-jitsu vai beneficiar jovens de várias comunidades de Delmiro Gouveia

6

No Senado

Reforma da Previdência: trabalhador pode ter de contribuir por 49 anos, alerta Paulo Paim

1

Jota Silva

Eletrobras sacaneia delmirenses durante comemoração dos 65 anos de emancipação política

2

Delmiro Gouveia

Ricardo Mafra diz que condenação contra ele por improbidade administrativa é uma aberração

3

Emerson Emídio

Memorial Delmiro Gouveia é inaugurado e discursos dos vereadores apontam racha entre edis

4

Cazuza

TJ/AL mantém condenação contra ex-prefeito de Delmiro por improbidade administrativa

5

Falta de segurança

MPE inspeciona transporte escolar em São José da Tapera e encontra irregularidades

6

Suspeita

Incêndio em residência pode ter sido provocado por vazamento de gás em Delmiro Gouveia

1

Nas Caraibeirinhas

Vendedor de carros é assassinado com vários disparos de arma de fogo em Delmiro Gouveia

2

Investigação

Vendedor de carros morto em Delmiro teria dito que “não poderia dar bobeira na rua”

3

No Distrito do Piau

Jovem é retirado à força de dentro de ginásio de esportes e morto a tiros em Piranhas

4

Cazuza

TJ/AL mantém condenação contra ex-prefeito de Delmiro por improbidade administrativa

5

Ação integrada

Suspeito de envolvimento na morte de jovem em frente de ginásio é preso em Piranhas

6

Delmiro Gouveia

Ricardo Mafra diz que condenação contra ele por improbidade administrativa é uma aberração