Buscar

Editorias

Compartilhe:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Vereador acusado de homicídio consegue se reeleger em Palestina com 231 votos
Ele foi o terceiro candidato mais votado entre os 9 que conquistaram vaga no Poder Legislativo Municipal; salvo-conduto termina nesta terça-feira (4)
Por Redação
Luciano Lucena de Farias, vereador por Palestina - Foto: Reprodução/Internet

O vereador Luciano Lucena de Farias (PMDB), que é réu num processo de homicídio, foi reeleito neste domingo (2), com 231 votos, para a Câmara de Vereadores de Palestina, município do Sertão de Alagoas. Com essa votação, ele foi o terceiro candidato mais votado entre os 9 que conquistaram vaga no Poder Legislativo Municipal.

Luciano Lucena é réu por homicídio qualificado, ocorrido em 2009, no município de Pão de Açúcar. No dia 23 de setembro deste ano, o juiz John Silas, da 8ª Vara Criminal de Maceió, expediu um mandado de prisão preventiva contra o vereador.

Porém, no dia 25 do mesmo mês, o desembargador João Luiz Azevedo Lessa, de plantão no Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL), concedeu ao edil um salvo-conduto. A decisão do desembargador atendeu a um pedido de habeas corpus preventivo, com solicitação de liminar, impetrado no TJ/AL pela defesa do vereador.

Com essa decisão, de 25 de setembro a 4 de outubro deste ano, ou seja, até o dia do pleito e dois dias depois dele, Luciano Farias não poderia ser preso. Portanto, o salvo-conduto concedido ao vereador termina nesta terça-feira (4).

Entenda o caso

O vereador é acusado de assassinar com vários disparos de arma de fogo um homem identificado como Manoel Messias Simões, no dia 21 de junho de 2009.

A vítima estava em um bar, localizado no povoado Lagoa de Pedra, em Pão de Açúcar, por volta das 20h, quando foi atingida pelos tiros que, segundo o Ministério Público Estadual (MPE/AL), foram efetuados por Luciano Lucena, que disse em depoimento que Manoel Messias deu sinais de que iria atacá-lo.

Ainda segundo o MPE/AL, o homicídio ocorreu porque meses antes Manoel Messias chamou o edil de ladrão, durante um jogo de baralho.

Postada em 04/10/2016 22:15
Comentários

Utilize o formulário abaixo para comentar.

Ainda restam caracteres a serem digitados.
CAPTCHA
Veja mais de Eleições 2016

1

Do Meio Ambiente

MPF pede que Justiça decida sobre pedido de afastamento do ministro Ricardo Salles

2

EM MT

Preso é flagrado com 8 celulares, carregadores, cabos e chips dentro no corpo

3

Perseguições e torturas

Volkswagen faz acordo com MPF para reparar violações dos direitos humanos na ditadura

4

Crime

Jovem é suspeita de matar namorado com agulha de narguilé após discussão por pastel

5

Boletim atualizado

Número de pacientes doentes da Covid-19 continua reduzindo em Delmiro Gouveia

6

Bruno Mafra

Religião e políticas públicas - parte 02.

1

Eleições 2020

“Se eu tivesse mais 4 anos, deixaria Delmiro Gouveia um brinco”, diz Eraldo em convenção

2

Senadinho

PSC confirma radialista Pauleandro Silva como candidato a vereador de Delmiro Gouveia

3

Pelo PTB

Gabriel Varjão e Jefter Rodrigues são lançados candidatos ao Executivo de Delmiro Gouveia

4

Eleições 2020

Renato Torres é confirmado pelo PSB como candidato a prefeito de Delmiro Gouveia

5

Eleições 2020

MPE representa pré-candidatos de Mata Grande por propaganda eleitoral antecipada

6

Confusão

Prefeito de Mata Grande estaria perseguindo comerciantes que declararam apoio a opositor

1

Fatalidade

Homem morre ao entrar em barragem durante bebedeira e pescaria com amigos em Delmiro

2

Violência

Policial militar natural de Santana do Ipanema é morto por colega de farda em Sergipe

3

Eleições 2020

Água Branca: defesa de Zé de Dorinha diz que ele está habilitado para disputa das eleições

4

Caminhada e fogos

Pré-candidatos de Pariconha são multados em R$ 15 mil cada um por propaganda antecipada

5

Afogamento

Homem é encontrado morto dentro de caixa d’água no quintal de casa em Inhapi

6

Representação do MPE

Pré-candidatos de Mata Grande são multados em R$ 20 mil cada um por propaganda antecipada