Buscar

Editorias

Compartilhe:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Ministro do Meio Ambiente escolhido por Bolsonaro tem pedido de condenação pelo MP
Salles foi secretário de Meio Ambiente de São Paulo entre 2016 e 2017, no governo Geraldo Alckmin, e, segundo a revista “Globo Rural”, o MP pediu sua condenação ao pagamento de R$ 70 milhões
Por Notícias ao Minuto
Ricardo Salles foi denunciado pelo Ministério Público de São Paulo em setembro deste - Foto: Maurício Garcia de Souza / Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo

Indicado neste domingo (9) pelo presidente eleito Jair Bolsonaro para assumir o Ministério do Meio Ambiente, o advogado e administrador Ricardo Salles foi denunciado pelo Ministério Público de São Paulo em setembro deste ano por prática de atos de improbidade administrativa.

Salles foi secretário de Meio Ambiente de São Paulo entre 2016 e 2017, no governo Geraldo Alckmin, e, segundo a revista “Globo Rural”, o MP pediu sua condenação ao pagamento de R$ 70 milhões, pois ele teria adulterado mapas para a aprovação de projetos “com a clara intenção de beneficiar setores econômicos, notadamente a mineração, e algumas empresas ligadas à Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp)”.

Os mapas que teriam sido modificados, segundo a denúncia, foram elaborados pela Universidade de São Paulo e a própria minuta de decreto do Plano de Manejo da Área de Proteção Ambiental (APA) do Tietê.

“Alguns funcionários da Fundação Florestal foram pressionados a elaborar mapas que não correspondiam à discussão promovida pelo órgão competente. Posteriormente, alguns funcionários foram perseguidos.”, diz trecho da denúncia.

OUTRO LADO

O novo ministro de Bolsonaro se defende das denúncias e ressaltou que ainda não há sentença.

“Sou réu, mas não há decisão contra mim. São todas favoráveis a mim. Todas as testemunhas foram ouvidas, todas as provas produzidas e o processo está concluso para sentença, pode ser sentenciado a qualquer momento. Todas as testemunhas ouvidas, de funcionários do governo e fora, corroboraram a minha posição”, argumenta Salles, ainda segundo a “Globo Rural”.

“Defendo o que o fiz é correto. O MP tem opinião diferente, mas continuo defendendo que as medidas que nós adotamos na Secretaria (de Meio Ambiente de São Paulo) para corrigir o plano de manejo da APA do Tietê eram extremamente necessárias. Portanto, assim foi feito”, acrescentou.

Postada em 10/12/2018 00:34
Comentários

Utilize o formulário abaixo para comentar.

Ainda restam caracteres a serem digitados.
CAPTCHA
Veja mais de Eleições 2018

1

Do Meio Ambiente

MPF pede que Justiça decida sobre pedido de afastamento do ministro Ricardo Salles

2

EM MT

Preso é flagrado com 8 celulares, carregadores, cabos e chips dentro no corpo

3

Perseguições e torturas

Volkswagen faz acordo com MPF para reparar violações dos direitos humanos na ditadura

4

Crime

Jovem é suspeita de matar namorado com agulha de narguilé após discussão por pastel

5

Boletim atualizado

Número de pacientes doentes da Covid-19 continua reduzindo em Delmiro Gouveia

6

Bruno Mafra

Religião e políticas públicas - parte 02.

1

Eleições 2020

“Se eu tivesse mais 4 anos, deixaria Delmiro Gouveia um brinco”, diz Eraldo em convenção

2

Senadinho

PSC confirma radialista Pauleandro Silva como candidato a vereador de Delmiro Gouveia

3

Eleições 2020

Renato Torres é confirmado pelo PSB como candidato a prefeito de Delmiro Gouveia

4

Pelo PTB

Gabriel Varjão e Jefter Rodrigues são lançados candidatos ao Executivo de Delmiro Gouveia

5

Eleições 2020

MPE representa pré-candidatos de Mata Grande por propaganda eleitoral antecipada

6

Confusão

Prefeito de Mata Grande estaria perseguindo comerciantes que declararam apoio a opositor

1

Fatalidade

Homem morre ao entrar em barragem durante bebedeira e pescaria com amigos em Delmiro

2

Violência

Policial militar natural de Santana do Ipanema é morto por colega de farda em Sergipe

3

Eleições 2020

Água Branca: defesa de Zé de Dorinha diz que ele está habilitado para disputa das eleições

4

Caminhada e fogos

Pré-candidatos de Pariconha são multados em R$ 15 mil cada um por propaganda antecipada

5

Afogamento

Homem é encontrado morto dentro de caixa d’água no quintal de casa em Inhapi

6

Representação do MPE

Pré-candidatos de Mata Grande são multados em R$ 20 mil cada um por propaganda antecipada