Buscar

Editorias

Compartilhe:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

PF abre inquérito para investigar elo de Paulo Guedes com suspeitas em fundos de pensão
Polícia atendeu pedido do Ministério Público, que já havia instaurado procedimento preliminar
Por Vladimir Netto, TV Globo / G1
A Polícia Federal (PF) instaurou um inquérito para apurar se o economista Paulo Guedes, futuro ministro da Economia do governo de Jair Bolsonaro (PSL), cometeu irregularidades na gestão financeira de fundos de investimento. A PF atendeu pedido do Ministér - Foto: José Cruz/Agência Brasil

A Polícia Federal (PF) instaurou um inquérito para apurar se o economista Paulo Guedes, futuro ministro da Economia do governo de Jair Bolsonaro (PSL), cometeu irregularidades na gestão financeira de fundos de investimento. A PF atendeu pedido do Ministério Público Federal (MPF), que havia requisitado o inquérito em outubro.

Em nota, a defesa de Paulo Guedes afirmou que ele agiu corretamente em todas as operações envolvendo fundos. "A defesa de Paulo Guedes reafirma a lisura de todas as operações do fundo que, diga-se de passagem, deu lucro aos cotistas, incluindo os Fundos de Pensão. Espera também que a investigação – agora corretamente conduzida no âmbito da Polícia Federal – apure as incoerências do relatório irregular produzido na Previc", disseram os advogados Ticiano Figueiredo e Pedro Ivo Velloso.

A partir de janeiro, quando virar ministro, a apuração preliminar sobre Paulo Guedes poderá ser reavaliada pela Procuradoria-Geral da República (PGR) em razão do foro privilegiado que ele passará a ter. Mas, como o Supremo Tribunal Federal (STF) limitou o foro para suspeitas relacionadas ao cargo inclusive para ministros de Estado, a expectativa é de que essa investigação prossiga mesmo na primeira instância.

A PF vai apurar se os investimentos do fundos foram aprovados sem análise adequada e se geraram lucros excessivos a Guedes. Também vai verificar a aplicação de recursos recebidos por Guedes dos fundos.

Investigação

No procedimento já aberto pelo Ministério Público Federal, está previsto um depoimento de Paulo Guedes na próxima quarta-feira (5/12).

De acordo com o MPF, dois fundos de investimentos criados por Paulo Guedes tinham a promessa de receber R$ 1 bilhão de sete fundos de pensão, a partir de 2009. A investigação não aponta quanto deste dinheiro foi, de fato, investido.

No primeiro ano, 2009, os investimentos dos fundos de pensão somaram mais de R$ 60 milhões. Chamou a atenção dos investigadores que os quatro fundos de pensão que mais investiram com Paulo Guedes na época, Previ, Petros, Funcef e Postalis, são hoje alvos de operações de forças-tarefas, com foco nesta modalidade de investimento, o FIP.

De acordo com o MP, depois de receber os recursos dos fundos de pensão, o Fundo BR Educacional investiu o dinheiro de seus cotistas em apenas uma empresa, a HSM Educacional S/A, também controlada por Paulo Guedes.

Com o investimento dos fundos, a HSM Educacional comprou 100% do capital de outra empresa criada por Paulo Guedes, a HSM do Brasil S/A. E os investigadores registraram: "Nos chama a atenção o ágio de 16,5 milhões de reais pago pelas ações da HSM do Brasil, conforme registrado nas demonstrações contábeis da investida".

E concluem: "Cabe indagar a razão de pagamento de ágio em montante considerável à empresa vendedora, com sede na Argentina".

Segundo os investigadores, depois dos investimentos dos fundos de pensão, as atividades operacionais da HSM do Brasil S/A apresentaram prejuízos recorrentes.

A suspeita é que os investimentos dos fundos de pensão tenham sido aprovados sem uma análise adequada e tenham gerado lucros excessivos a Paulo Guedes. Por isso, os procuradores querem saber como os fundos de pensão decidiram investir na empresa de Guedes e como foi aplicado esse dinheiro.

Postada em 01/12/2018 11:28
Comentários

Utilize o formulário abaixo para comentar.

Ainda restam caracteres a serem digitados.
CAPTCHA
Veja mais de Eleições 2018

1

Evento acontece sábado

Show de Peruanno na Festa do Carro de Boi de Inhapi custará R$ 50 mil aos cofres públicos

2

Juliano Rodrigues

Thiago Alagoano faz história no Brusque ao conseguir acesso para Série C do Brasileirão

3

Foragido

Polícia procura suspeito de usar arma falsa, invadir casa e estuprar mulher em Inhapi

4

Não resistiu

Vítima de grave acidente em São José da Tapera morre em hospital de Santana do Ipanema

5

Na BR-423

Homem morre atropelado ao tentar atravessar rodovia em Água Branca

6

R$ 300 mil

Mulher é presa com 2 mil pedras preciosas escondidas na calcinha

1

Evento será sábado

Prefeitura de Delmiro paga R$ 35 mil para bandas se apresentarem em festa de Distrito

2

Ação da civil

Polícia deflagra operação para capturar acusado de vários homicídios em Delmiro Gouveia

3

Deu apoio

SMTT de Delmiro Gouveia participa de ação da Lei Seca em Festival de Santana do Ipanema

4

Jairo Ribeiro

Os buracos nas rodovias do Sertão escondem muito mais que lama

5

Violência

Jovem é encontrado morto com rosto desfigurado na entrada da cidade de Inhapi

6

Ação rápida

Moto furtada é recuperada poucas horas depois pela guarda municipal em Delmiro Gouveia

1

Sozinho na casa

Homem é encontrado morto com corte no pescoço na Pedra Velha, em Delmiro Gouveia

2

Violência

Homem é assassinado com vários tiros enquanto estava na casa do filho em Piranhas

3

Ação da civil

Polícia deflagra operação para capturar acusado de vários homicídios em Delmiro Gouveia

4

Ação rápida

Homem é morto a machadadas e suspeito é preso pela PM poucos minutos depois em Piranhas

5

Fatalidade

Jovem de 21 anos de idade é encontrado morto dentro de residência em Delmiro Gouveia

6

Na BR-423

Caminhoneiro reage a tentativa de assalto e joga caminhão em cima de assaltantes em Canapi