Buscar

Notícias

Compartilhe:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Polêmica em evento do PSL na Câmara de Palmeira dos Índios
Bandeira do partido encobriu imagem do Cristo Crucificado e revoltou comunidade católica
Por Deraldo Francisco - O Dia Alagoas
Foto: Rodrigues / Foto: Divulgação

A comunidade católica de Palmeira dos Índios se sentiu ultrajada com o que considera falta de respeito por parte de dirigentes locais e estaduais do Partido Social Liberal (PSL), em encobrir a imagem de Cristo Crucificado com a bandeira do partido.

Em evento para filiação partidária ao PSL no último sábado, 19, na Câmara Municipal de Palmeira dos Índios, a imagem do principal símbolo no Cristianismo no mundo foi encoberta sob a alegação de que “o estado é laico” e que, naquele ambiente, havia pessoas de várias religiões.

O argumento não foi aceito pela comunidade católica na cidade, independentemente de cor de bandeira política. Vale lembrar que, tanto nas sessões ordinárias da Câmara quanto em eventos fora da pauta da Casa, há pessoas de várias religiões, inclusive vereadores e convidados, e nunca havia se tomado essa atitude.

Nas redes sociais, o assunto correu como um rastilho de pólvora. No entanto, na cidade, a igreja só irá se pronunciar oficialmente a partir desta semana.

“Mesmo o estado sendo laico, não é desculpa pra encobrir a imagem de Cristo Crucificado. Isso foi um desrespeito. Falaram que na reunião tinha pessoas de todas as religiões, mas isso não interfere em cobrir a imagem de Cristo. Comentei com alguns amigos meu que também são católicos e eles têm o mesmo pensamento. No meu ponto de vista, foi um desrespeito com Cristo e com todos católicos. Não só essa passagem, como também aquelas manifestações que usaram crucifixos no ânus e em outras partes íntimas, ocorrida há poucos meses. Somos totalmente contra todo e qualquer ato desrespeitoso a Cristo”, disse um membro da Igreja em Palmeira que, por não ser a pessoa autorizada a falar oficialmente sobre o assunto, pediu para não ser identificada.

Versão do PSL em Palmeira

O evento do PSL em Palmeira foi organizado pelo presidente da legenda na cidade, Flávio Targino. No entanto, a reportagem não identificou quem, de fato, teve a ideia de encobrir a imagem de Cristo Crucificado.

A reportagem buscou a versão oficial do PSL em Alagoas, mas o presidente Flávio Moreno, preferiu dar o silêncio como resposta, ou ignorar o questionamento.

Em Palmeira, o presidente do PSL, Flávio Targino atribuiu a “polêmica” a pessoas que “querem causar a discórdia”.

“Isso nunca existiu. A culpa não é do partido, mas da desatenção de quem ornamentou. E principalmente dos invejosos de plantão que querem causar discórdia no partido, até mesmo políticos que não olham pra o próprio mandato, nada fazem e querem pegar carona na inscrição da escola cívico-militar, sem ao menos fazer parte do partido. Sou católico praticante, temente a Deus, ao qual respeito e tenho devoção. Jamais faria isso. Foi uma desatenção, como não sou vereador, nem vivo dentro da Câmara, passou despercebido, dando brecha para os aproveitadores falarem. Isso não abala o partido, nem o nosso grupo. A pessoa que ornamentou já foi chamada a atenção e tudo já foi esclarecido”, disse Flávio Targino.

Na Câmara de Palmeira dos Índios, há do PSL o vereador Júnior Miranda e o suplente dele, Pedrinho do Bode. Miranda estava presente ao evento de sábado, mas foi tratado como plateia e ficou no seu lugar, sem direito à voz nem a espaço na mesa. Entre os que estavam presentes, o vereador seria o mais antigo – e com mandato – filiado ao PSL no Estado. Mesmo assim, teria sido ignorado pela cúpula do PSL Estadual e local.

A reportagem também tentou falar com o presidente da Casa, vereador Agenor Leôncio, mas ele não respondeu às mensagens enviadas via WhatsApp.

Postada em 21/10/2019 11:37
Comentários

Utilize o formulário abaixo para comentar.

Ainda restam caracteres a serem digitados.
CAPTCHA
Veja mais de Política




A privatização da Ceal/Eletrobras, que foi comprada pela Equatorial, trouxe benefícios para a população?

Sim
Não
 

CNTV

1

Crueldade

Ex-agente penitenciário decapita a companheira adolescente e joga cabeça na casa da sogra

2

Absurdo

Ex-presidente do PSL em SC lamenta morte de “gatinha” enquanto “barangas” seguem vivas

3

Feminicídio

Violência contra mulher aumenta e causa 1.310 mortes no primeiro ano do governo Bolsonaro

4

Após troca de equipamento

Bolsonaro decide 'implodir' o Inmetro e anuncia demissão de toda a diretoria do órgão

5

Após ação do MPT/AL

Justiça determina que Ouro Branco coíba terceirização ilícita no serviço de limpeza urbana

6

Impasse

Conselho Regional de Enfermagem pede impugnação do edital do concurso de Delmiro Gouveia

1

Era empresário

Assassinato de Rodrigo Alapenha em Delmiro completa 30 meses e crime segue sem solução

2

Autoria desconhecida

Morador de Piranhas suspeito de chefiar quadrilha é encontrado morto em São José da Tapera

3

Senadinho

Pré-candidato a prefeito de Inhapi, Morcego é preferido pelo povo e impressiona Zé Cícero

4

Confira

Concurso público de Delmiro Gouveia tem 200 vagas e provas serão aplicadas no mês de abril

5

Wellington Amâncio

1º Prêmio Literário Virgílio Gonçalves

6

Confira

Prefeitura de Delmiro Gouveia divulga programação do Carnaval com mais de 15 atrações

1

Confira

Concurso público de Delmiro Gouveia tem 200 vagas e provas serão aplicadas no mês de abril

2

Casa caiu

Acusado de participar de assalto a carro-forte em Inhapi morre em troca de tiros

3

Violência

Homem natural de Água Branca é morto a tiros na cabeça enquanto trabalhava no Maranhão

4

Ação criminosa

Mulher é rendida e tem moto roubada por criminosos em estrada vicinal de Água Branca

5

Era empresário

Assassinato de Rodrigo Alapenha em Delmiro completa 30 meses e crime segue sem solução

6

Senadinho

Pré-candidato a prefeito de Inhapi, Morcego é preferido pelo povo e impressiona Zé Cícero