Buscar

Editorias

Compartilhe:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Deputada federal mais jovem do país tem 22 anos e quer Congresso municipalista
Luísa Canziani ocupará, a partir de janeiro, uma das cadeiras da Câmara Federal representando o Paraná; o pai dela é deputado federal em fim de mandato
Por Folhapress / Notícias ao Minuto
Luísa Canziani tem apenas 22 anos e foi eleita deputada federal pelo Paraná - Foto: Reprodução / Facebook

Ainda era pré-campanha quando Luísa Canziani dirigiu por duas horas e meia até chegar a Corumbataí do Sul, uma cidadezinha de pouco menos de 4.000 habitantes no centro-oeste do Paraná.

Estava lá em pleno sábado à noite para prestigiar a festa do Cabrito Apressado, "essa festa tão importante para a nossa cidade", segundo declarou num vídeo que postou horas depois, editado pelo próprio celular e divulgado em suas redes sociais.

Aos 22 anos, Luísa foi eleita a deputada federal mais jovem do país em outubro. Filiada ao PTB do Paraná, ela fez lives, usou intensamente as redes sociais e prometeu priorizar pautas ligadas à educação e à tecnologia.

Mas também tem um estilo velha guarda: fez campanha de município em município, subindo no palanque e citando pelo nome vereadores, prefeitos e deputados, com alcunhas como "esse grande líder", "uma pessoa por quem eu tenho um grande carinho", "uma cidade muito especial", "uma família de espírito público".

"Eu faço uma política da construção", diz a deputada eleita à reportagem, que estima ter visitado cerca de 120 cidades durante a campanha.

Formanda em Direito, Luísa é filha do atual deputado Alex Canziani (PTB-PR), que está em seu quinto mandato na Câmara. Quando criança, passava férias em Brasília, e adorava acompanhar o pai em compromissos no Congresso ou em convenções partidárias. Mais recentemente, passou a discursar em eventos políticos.

"Ela sempre participou; ia comigo até no colo", diz o deputado à reportagem. Neste ano, Canziani concorreu ao Senado, e perdeu. A filha, que tinha desejo de concorrer, acabou ocupando a vaga para deputada na chapa. Mas ela diz não ser herdeira -e sim, sucessora.

"Eu quero dar continuidade ao trabalho dele", admite, dizendo ter orgulho do trabalho do pai, que foi vice-prefeito de Londrina e se notabilizou por relatar projetos ligados à educação. "Mas eu trago uma visão diferente, pela minha condição de jovem e de mulher."

A nova deputada se comprometeu a seguir uma carta de compromissos da Fundação Lemann, para nomear técnicos em seu gabinete. Depois de eleita, foi convidada a participar de uma oficina do RenovaBR, grupo de capacitação de novos líderes cujo apoiador mais notório é o apresentador Luciano Huck.

Ela promete "quebrar preconceitos", como o de ser filha de político, ou de ser jovem. "Eu senti muito preconceito, sim. Muita gente se refere a mim como 'aquela menina'. Mas cabe a mim quebrar esses paradigmas", disse. A parlamentar afirma ser municipalista, e quer rever o pacto federativo, para enviar mais recursos às prefeituras.

Ela também diz ser favorável à redução da maioridade penal para crimes graves, e a uma reforma da Previdência, mas não necessariamente a que está em tramitação, proposta pelo governo de Michel Temer (MDB). Em relação ao Escola sem Partido, afirma ainda não ter posicionamento formado, e diz estar estudando a questão.

No Congresso, Luísa afirma que irá seguir a orientação da bancada do PTB, que apoiou Jair Bolsonaro (PSL) no segundo turno, mas ainda não definiu se ficará na base do presidente eleito. Mas ela diz que seu compromisso "é com o país", e que pode votar contra ou a favor do governo conforme sua convicção."Agora ela vai construir o próprio caminho", diz o pai. Com informações da Folhapress.

Postada em 24/11/2018 09:19
Comentários

Utilize o formulário abaixo para comentar.

Ainda restam caracteres a serem digitados.
CAPTCHA
Veja mais de Eleições 2018

1

FALHAS

Deputados cobram melhorias na malha rodoviária alagoana

2

DISCORDIA

Políticos reagem a discurso de Bolsonaro: "delirante" e "mentiroso"

3

INTEPESTIVO

Bolsonaro defende tratamento precoce de covid e critica passaporte da vacina

4

ACERTOS

TSE se reúne novamente com plataformas de redes sociais

5

MAU EDUCADO

Em Nova York, ministro Marcelo Queiroga faz gesto obsceno para manifestantes

6

PROBLEMA

MPF defende rejeição do pedido da defesa de Lula para encerrar última ação penal

1

FEMINICIDIO

Família de mulher morta pelo ex-marido cobra Justiça em caminhada em São José da Tapera

2

Crime contra animais

Polícia investiga morte por envenenamento de quatro cachorros em Mata Grande

3

Moravam em Delmiro

Dois homens que deixaram Delmiro para trabalhar em SP estão desaparecidos há 30 dias

4

Acidente

Estrutura de madeira em escola desaba e mata servidor da prefeitura de Piranhas

5

Aglomeração

Após escândalo de festa promovida por prefeitura, polícia proíbe vaquejada em Ouro Branco

6

Golpe e violência

Homem de Senador cai em golpe ao tentar comprar cisterna e é assaltado em Arapiraca

1

Moravam em Delmiro

Dois homens que deixaram Delmiro para trabalhar em SP estão desaparecidos há 30 dias

2

Caso Pindoba

Acusado de matar idoso de 70 anos em Mata Grande é preso e alega ter problemas mentais

3

Acidente

Motorista perde controle de carro e bate em árvores em trecho da AL-145 em Água Branca

4

Acidente

Estrutura de madeira em escola desaba e mata servidor da prefeitura de Piranhas

5

FEMINICIDIO

Família de mulher morta pelo ex-marido cobra Justiça em caminhada em São José da Tapera

6

Golpe e violência

Homem de Senador cai em golpe ao tentar comprar cisterna e é assaltado em Arapiraca