Buscar

Wilma Araújo

Compartilhe:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Quem é Wilma Araújo? É professora graduada em Letras com habilitação em Espanhol pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal) e pós-graduada em Docência do Ensino Superior pela Universidade Candido Mendes (UCAM)
Mães em home office e pandemia de coronavírus: como fazer para ajudá-las?
Precisamos dividir tarefas, dividir cuidado e espalhar empatia, pois ser mãe já é uma atribuição forte demais para lidar sozinha
Foto: Getty Images/geledes.org.br

Em meio à pandemia do coronavírus, olhe ao seu redor e reflita: tem alguém cuidando de você? Da casa, da alimentação e das crianças? Ao redor do mundo, temos observado que o papel desse “alguém” é atribuído, majoritariamente, a uma mulher. Mesmo diante de uma tragédia sanitária e econômica, a materialização e a realização dos cuidados com as tarefas domésticas e com os dependentes têm sido atribuídas às mulheres.

Geralmente, estas mulheres ocupam e assumem inúmeras funções, e ser mãe é apenas uma delas. Com uma rotina de home office, muitas mães passaram a trabalhar de casa, além de dar conta do próprio trabalho, a mãe ainda precisa se “virar nos 30” para cuidar dos filhos e ajudá-los com aulas a distância. Tudo isso em 24 horas e os 7 dias da semana.

Se pensarmos com empatia, notaremos que essa conta não fecha. Afinal, para as mulheres, cuidar dos filhos não se resume a garantir unicamente a higiene e a alimentação. Para elas, cuidar inclui brincar, conversar e dar atenção. Mas, como conciliar e realizar tantas atribuições e se manter bem psicológica e fisicamente? Como elas não conseguem dar conta de tudo isso, a maioria começa a sentir-se frustrada.

Com creches e escolas fechadas, com o isolamento social estabelecido e os serviços básicos paralisados ou voltados ao combate da pandemia, muitos pais e mães não somente ficaram ainda mais sobrecarregados, mas sem condições de suprir as necessidades de suas famílias. Com isso, muitos filhos passaram a ter mais horas em frente às telas de TV, smartphone e computador ao longo do dia.

Além disso, não raros momentos, durante uma reunião de trabalho em home office, as mães precisam calar o choro, o grito e o chamado do filho. Nem todas as empresas possuem um olhar compreensivo e entendem que esse momento é uma realidade bem diferente para elas, como mães de filhos pequenos e profissionais em home office, bem como para suas equipes de forma geral.

Por essa razão, é preciso que empresas do setor privado e instituições públicas que empregam mulheres mães pratiquem uma metodologia diferente para elas, de modo que possam atender às demandas profissionais e pessoais do lar e da maternidade. Um entrave para isso, apesar de estarmos no vigésimo primeiro ano do século 21, é que os cargos decisórios de corporações privadas e de governos e instituições do setor público são ocupados, majoritariamente, por homens, os quais, na maioria das situações, não possuem esse olhar sensível às novas necessidades da profissional mãe em home office.

Neste contexto, precisamos construir a noção de sociedade igualitária, humana e justa e, para isso, se faz necessário reaver nossos papeis no âmbito social e familiar. Precisamos dividir tarefas, dividir cuidado e espalhar empatia, pois ser mãe já é uma atribuição forte demais para lidar sozinha. Afinal, elas já se culpam e se cobram em demasiado, pois precisam reafirmar diariamente que são humanas e não uma construção utópica da “mãe-maravilha”.

Postada em 07/05/2021 20:01
Comentários

Utilize o formulário abaixo para comentar.

Ainda restam caracteres a serem digitados.
CAPTCHA

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

O site Correio Notícia - Portal de Notícias do Sertão de Alagoas não se responsabiliza pelos conteúdos publicados nos blogs dos seus colaboradores.
Veja mais de Wilma Araújo

1

Social

Prefeita Jeane Moura participa de reunião com Comissão Intersetorial do Selo Unicef

2

violência contra a mulher

Homem agride mulher e foge, mas é encontrado e preso em Mata Grande

3

DISCÓRDIA

Mãe e filho são levados para delegacia após discutirem e trocarem socos em Piranhas

4

RÁPIDO

Motocicleta é roubada enquanto dono colocava saco de cimento em casa em Delmiro Gouveia

5

ELEIÇÕES 2022

Lula diz que está conversando com Alckmin sobre chapa para 2022

6

SUSTO

Ao sair de plantão, delegado da PC perde o controle do carro e sofre acidente em Coruripe

1

Educação

Avança Escola 10 chega a Piranhas comprovando melhorias na Educação Pública Estadual

2

ESCÂNDALO

Sinteal denuncia que escolas ofertam caldo de charque como merenda em São José da Tapera

3

Antônio Melo

Podcast: a milagrosa cura da Covid no Sertão de Alagoas

1

Durante operação

Suspeito na morte de radialista morre em confronto com policiais em Olho D’água das Flores

2

Operação Marmota

Operação prende quadrilha de traficantes e homicidas que agia em Olho D’água das Flores

3

Violência

Discussão durante bebedeira em bar termina com homem atingido com tiros em Inhapi

4

Violência

Homem com passagem pela polícia é assassinado com vários tiros em Delmiro Gouveia

5

Em Sergipe

Caminhoneiro de Pão de Açúcar sofre acidente após ataque de abelhas dentro de caminhão

6

ESCÂNDALO

Sinteal denuncia que escolas ofertam caldo de charque como merenda em São José da Tapera