Buscar

Notícias

Compartilhe:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.

Ex-prefeito contesta denúncia do MPC e diz que Justiça ainda não decidiu sobre dívida
José Gualberto Pereira, que foi prefeito de Olho D’água do Casado, disse que Eletrobras Distribuição Alagoas cobrou tarifa de prédios que não pertencem à prefeitura e de outros que já estavam desativados
Por Diego Barros
Ex-prefeito Gualberto Pereira, de Olho D'água do Casado - Foto: Arquivo/Juliano Rodrigues

O ex-prefeito José Gualberto Pereira, de Olho D’água do Casado, informou ao Correio Notícia que não concorda com a dívida apresentada pela Eletrobras Distribuição Alagoas ao Ministério Público de Contas (MPC) – órgão que, na semana passada, distribuiu à imprensa material informando os nomes de 15 prefeitos e ex-prefeitos que, em suas gestões, teriam contraído dívidas com a concessionária de energia elétrica.

Isso porque, segundo o ex-prefeito, na época em que ele ainda estava à frente do cargo no município sertanejo, em 2016, conseguiu na Justiça uma liminar que suspendia, até julgamento final do processo, a cobrança da dívida pelo consumo de energia de algumas instituições.

Algumas delas, conforme alegado pelo ex-gestor no processo, nem sequer existiam no município e outras já estavam com o fornecimento elétrico cortado.

Por essa razão, nesta quinta-feira (9), José Gualberto entregou ao MPC um ofício no qual esclarece que, em abril de 2016, contestou na própria Eletrobras as referidas cobranças. Em maio daquele mesmo ano, ele ingressou com o pedido de liminar na Justiça, o qual foi concedido.

“Ressalte-se que a divulgação do nome do município vinculado ao do gestor na época, que era eu, não procede, mesmo porque está na Justiça para julgamento a ação proposta. Solicito de Vossa Excelência aguardar o desenrolar do processo judicial, mostrando a toda a sociedade alagoana e ao TC/AL que este ex-gestor sempre se pautou com probidade”, ressalta, no documento enviado ao MPC, José Gualberto.

Confira abaixo os documentos enviados por ele ao Correio Notícia.

Postada em 10/01/2018 22:36
3 Comentários

Utilize o formulário abaixo para comentar.

Ainda restam caracteres a serem digitados.
CAPTCHA

Veja mais de Política

1

Em flagrante

Suspeito de invadir casa da ex-esposa em Delmiro é preso por descumprir medida protetiva

2

UFAL

Obras do Restaurante Universitário em Delmiro Gouveia estão perto de concluir

3

Quase R$ 3 milhões

Deputado apoiado por Padre Eraldo tem patrimônio maior do que o declarado por Renan Filho

4

Eleições 2018

Pesquisa Ibope: Lula, 37%; Bolsonaro, 18%; Marina, 6%; Ciro, 5%; Alckmin, 5%

5

Futebol amador

Campeonato Pariconhense: Juventus vence e assume temporariamente liderança do grupo B

6

Entregou-se à polícia

Jacob Brandão tinha em aberto dois mandados de prisão por corrupção em Mata Grande

1

É ex-prefeito

Depois de 4 meses foragido, Jacob Brandão teria se entregado à polícia nesta sexta-feira

2

Pedido negado

Antes de entregar-se à polícia, Jacob Brandão pediu habeas corpus ao TJ/AL

3

Eleições 2018

Ziane Costa registra candidatura a deputada estadual e declara mais de R$ 250 mil em bens

4

Jota Silva

Samyr Malta desiste da candidatura a deputado estadual e lança o pai na disputa

5

E pedem apoio do MPE

Monteirópolis: vereadores denunciam falta de remédios, ambulância e transporte escolar

6

Mudanças

Com candidatura registrada, Ziane Costa diz que vai apoiar reeleição de Olavo Calheiros

1

Violência contra mulher

Jovem é assassinada com vários tiros dentro de casa em Santana do Ipanema

2

É ex-prefeito

Depois de 4 meses foragido, Jacob Brandão teria se entregado à polícia nesta sexta-feira

3

Violência

Irmãos são encontrados mortos às margens de rodovia que dá acesso a povoado

4

Pedido negado

Antes de entregar-se à polícia, Jacob Brandão pediu habeas corpus ao TJ/AL

5

Caso de polícia

Ex-prefeito de Água Branca registra boletim de ocorrência contra vereador após ofensas

6

Orgulho

Músico de Delmiro Gouveia conquista segundo lugar em concurso sul-americano de guitarras